Como evitar a proliferação do mosquito da dengue?

A dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. Entre os principais sintomas estão febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo.

Calcula-se que aproximadamente 90% dos focos do mosquito sejam domésticos. Qualquer local que possa juntar água limpa e parada é um foco. Por isso, é essencial eliminar ambientes com água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como vasos de plantas, caixas d’água mal tampadas, latas, garrafas, plásticos, cacos, pneus, piscinas sem manutenção e calhas.

 

Listamos algumas medidas que devem ser tomadas para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti:

  • Coloque areia no prato das plantas ou troque a água uma vez por semana;
  • Feche os sacos de lixo e mantenha a lixeira sempre com tampa;
  • Evite acumular lixo e entulho no seu quintal;
  • Guarde garrafas e baldes vazios com a boca para baixo;
  • Lave a vasilha de água dos animais pelo menos uma vez por semana com água corrente, bucha e sabão;
  • Entregue pneus velhos em locais específicos que os recolhem. Caso precise mantê-los, guarde sempre em local coberto;
  • Retire folhas, galhos e tudo que possa impedir a passagem de água pelas calhas; 
  • Mantenha os ralos desentupidos e fechados, se não estiverem sendo usados; 
  • Mantenha a caixa d’água sempre fechada;
  • Limpe sua piscina pelo menos uma vez por semana. Trate a água com cloro e a cubra sempre que não for usá-la.

 

Quando um foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos próprios moradores, como em terrenos baldios ou em lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde da sua cidade deve ser acionada para remover os possíveis criadouros.

A qualquer sintoma de dengue, procure imediatamente um médico.

Deixe um comentário